Itabuna-Bahia,
Principal
Fale Conosco
Webmail
   
 
 
   
   

 
 
 
 
 
 





24/03/2017 - 09h52 - Atualizado em 24/03/2017 - 09h52
Ascom - ()
TAMANHO DA FONTE A- A+
 
Comissão quer ouvir ex-secretário de Itabuna sobre carta aberta

O presidente da Comissão de Saúde, Enderson Guinho (PDT), articula a vinda à Câmara do ex-secretário de Saúde de Itabuna, Vitor Lavinsky. Em carta aberta na qual comunicava o desligamento do governo, Lavinsky escreveu que a “forma [de gestão] sugerida, muitas vezes, fugia ao que mandam os preceitos da legalidade” e criticou “a falta de total visão do prefeito em relação ao que deveria ser uma gestão voltada para os compromissos técnicos”.

“Queremos dar espaço para que o ex-secretário, se assim o quiser, clareie alguns tópicos da carta. Nela há termos fortes como propostas indecentes, jogadas sujas e mumunhas políticas”, frisou Guinho. Entre os significados dicionarizados de mumunha constam negócio ilícito e corrupção. “A presença dele na Casa do povo seria de muita valia para a cidade”, arrematou.  

Na sessão ordinária da quarta, 22, vereadores como Jairo Araújo, Antônio Cavalcante, Ricardo Xavier endossaram a importância de ouvir Lavinsky. Na ocasião mais temas da saúde vieram à tona como o abandono de postos de saúde e o fim do atendimento psiquiátrico no Hospital de Base e. De acordo com a médica Célia Kalil, que usou a Tribuna Popular, o setor de psiquiatria itabunense atendia, por ano, 20 mil pacientes.

 

CO


foto: Pedro Augusto Benevides




 
Cadastre-se em nossa newsletter.
 
 
Target Web Sites