00:00:00
Lgbt

Vereadores estudam proposta LGBT contra homofobia em Itabuna

Um grupo de vereadores, entre os quais Babá Cearense (PHS), pretende fortalecer a luta contra a discriminação sexual em Itabuna a pedido do movimento LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais). A proposta da data municipal de combate à homofobia foi apresentada durante sessão especial nessa quarta, 17 (Dia Internacional contra a Homofobia).

O presidente do Grupo Humanus, Itamar Santos, denunciou a violência contra homossexuais em Itabuna (cinco assassinatos registrados em 2017). O professor universitário Rafael Guimarães ressaltou a crueldade nas mortes de gays como a de Fernando Almeida Oliveira, 51 anos, morador de rua queimado vivo no São Caetano. “Estão tolhendo nosso direito de existir”, disse o docente.

“Nossa luta é pelo direito de amar, de ser o que a gente quer”, declarou a militante Raiane França. Para Fernando Caldas, da secretaria de Assistência Social, todo preconceito é abominável. Já Suse Meire Azevedo, do Grupo de Apoio à Prevenção da Aids – GAPA, lamentou a retirada da identidade de gênero do Plano Municipal de Educação. “Discutir gênero nas escolas é discutir o respeito à diversidade”, acredita a educadora.

CO
Foto : Pedro Augusto